Youtube Ana Marta Ferreira
Uber
Stone By Stone
Mad Studios
Jumbo Moda
Bikinis 38_Graus
NA-KD Fashion
FLAT
Asus Portugal
David Ferreira
Swatch
benefit
nails love make up
isdin
loreal
c & a
Tuc-Tuc
Indie Campers
Smart Mercedes
aruki
home suite sushi
asics tiger
natura

BEM BOM DOCE | Filme e Série

O filme "Bem Bom" da realizadora Patrícia Sequeira e produzido pela produtora Santa Rita Produções, com estreia alterada de 25/06 para 26/11/2020, conta a história da banda de música "Doce", que foi das primeiras girls band em Portugal.

Fiz parte de um casting com mais de 80 participantes em várias fases e fui escolhida para interpretar a Doce Laura Diogo, que é uma honra.

A banda com as 4 "Doce" do filme "Bem Bom" serão interpretadas por:

 - Ana Marta Ferreira: Laura Diogo (eu mesma)

 - Bárbara Branco: Fátima Padinha

 - Carolina Carvalho: Helena Coelho

 - Lia Carvalho: Teresa Miguel

História das "Doce", uma das primeiras girlsband portuguesa.

A girlsband Doce formou-se em Setembro de 1979 e terminou em 1986 (7 anos), era composta por um quarteto feminino: Fá (Fátima Padinha), Teresa Miguel, Lena Coelho e Laura Diogo. Também foi integrante a cantora Fernanda de Sousa (conhecida com nome artístico de Ágata) que substituiu quer Lena Coelho, durante a sua gravidez (entre Maio e Outubro de 1985), quer, mais tarde, Fátima Padinha, que saiu do grupo em Outubro de 1985. 'Ágata' já tinha incorporado o trio feminino que compunha as anteriores e contemporâneas "Cocktail".

A ideia de criar um grupo de quatro mulheres surge através do compositor e cantor Tozé Brito, na festa da despedida dos "Gemini", sendo também responsável pela sua criação o brasileiro Cláudio Condé, que era o Presidente da Polygram.

 

A banda era constituída por cantoras com experiência: Fátima Padinha e Teresa Miguel, eram ex-integrantes do grupo recém-extinto "Gemini" e Lena Coelho tinha feito parte das Cocktail e na fase final também dos "Gemini". A loira Laura Diogo não tinha nenhuma experiência de vocalista, era  modelo e, tinha sido Miss Fotogenia no concurso Miss Portugal de 1978,

A banda de música "Doce" foi sinónimo de sucesso, não só em Portugal, mas também no estrangeiro nomeadamente em Espanha, França, Estados Unidos e Filipinas, não só junto das comunidades lusófonas, mas também de muitos fãs estrangeiros. Este sucesso motivou a uma tentativa de internacionalização e foram lançando vários temas em inglês.

Concorreram quatro vezes ao Festival da Canção: 1980, 1981, 1982, onde se consagraram vencedoras com o tema "Bem Bom", que permitiu representar Portugal no Festival da Eurovisão de 1982) e, pela última vez, em 1984. Este tema deu nome ao filme e série "Bem Bom" com estreia em 25 de Junho de 2020.

Um dos grandes contributos para a popularidade do grupo foi a sua imagem arrojada. O visual era totalmente inédito com roupas extremamente sensuais para a época, sendo da responsabilidade do estilista José Carlos. Outra característica foi a aposta na afirmação e sensualidade do corpo feminino, tendo uma postura ousada e provocante, aliado às fascinantes e meticulosas coreografias em palco, o que causou grande impacto, mas uma importante  mudança de mentalidade no meio artístico. Era habitual, naquela época, um certo formalismo por parte dos cantores, tanto na indumentária, como na forma de atuar em especial na televisão.

Em Março de 1981, no Festival RTP da Canção, as Doce sofreram as consequências dessa ousadia onde vestidas de odaliscas e com uma coreografia sensual, interpretaram "Ali-Bábá - Um Homem das Arábias". O grupo foi desvalorizado pelo júri português e foi alvo de imensas criticas nos jornais, embora tenha ficado em 4º lugar e a edição em single, foi um sucesso de vendas e um dos discos mais vendidos naquele ano.

Entretanto, estava consolidada a imagem sensual e provocante das "Doce", no seu papel inovador, entre nós, capaz de alguma agressividade e de provocar o desafio. Em termos estritamente musicais, pode dizer-se que nas suas canções se cruzam e combinam aspectos próprios da "pop", do "disco" e do "rock". As "Doce" tinham um timbre de vozes afinado e forte, que mesmo ao vivo impressionavam pela positiva.

Muitas das canções das Doce transformaram-se em grandes sucessos sendo ainda hoje uma referência da década de oitenta no panorama musical. Tanto que é habitual, nos programa de televisão, nomeadamente em concursos de canções, como os "Idolos", "A tua cara não me é estranha", "Uma Canção para ti", os concorrentes interpretarem canções do grupo, nomeadamente a canção "Amanhã de Manhã" e "Bem Bom". Também, no meio cinematográfico, foram incluídas no tele-filme da SIC em 2000, "O Lampião da Estrela", protagonizado por Herman José e realizado por Diamantino Costa.

 

Na série juvenil, "Morangos com Açúcar", foi feita uma adaptação à canção "Amanhã de Manhã". A canção "Bem Bom" com a letra alterada, foi usada num anúncio de publicidade da cadeia alimentar Jumbo - campanha "O Top das Promoções - 40 anos Jumbo", em Maio de 2010, interpretada pela cantora Carolina Torres. Internacionalmente, entre a comunidade de fãs da Eurovisão, a canção "Bem Bom" é sempre recordada.

Atingiram quase 250 000 álbuns vendidos e foram top de vendas por diversas vezes.

Paralelamente, foram capa de várias revistas e jornais, tanto nacionais como internacionais (com grande enfoque no Festival da Eurovisão de 1982), onde foram as mais fotografadas.

(Fonte principal: Wikipédia)

StarlightDOCE